Diferenças entre On-Grid e Off-Grid
Postado 10/06/2020 11:09:35

Diferenças entre On-Grid e Off-Grid

Por Miro Andretto Noronha


Sistemas de geração de energia, para residências e empresas de fontes renováveis como a energia solar, vêm se tornando cada vez mais comuns e viáveis, mas ainda existem muitas dúvidas sobre os tipos desses sistemas.

Hoje vamos falar sobre os sistemas On-Grid e Off-Grid e entender melhor a diferença entre eles, suas vantagens e desvantagens.

 

On-Grid

Sistemas conectados à rede, os chamados On-Grid ou Grid-Tie são aqueles que jogam a energia produzida diretamente na rede de distribuição. Este tipo de sistema opera como uma usina convencional, só que em menor escala, residencial ou comercial.

Geralmente a produção excedente de energia em sistemas on-grid são jogadas na rede para serem usadas em outros locais de necessidade o que geram créditos para o produtor que é abatido do consumo futuro.

As vantagens para este tipo de sistema é o custo, pois não há necessidade de baterias para armazenar a energia produzida. Outro ponto é durabilidade e baixa manutenção.

As desvantagens por sua vez ficam por conta da falta de suprimento extra de energia, caso haja alguma fala na rede, os sistemas são desligados automaticamente por questão de segurança e não há energia reserva.

 

Off-Grid

São os sistemas isolados ou autônomos, que não estão conectados as redes de distribuição de energia. Esse sistema abastece diretamente os equipamentos que utilizam energia, próximo ou no local da geração, muito usado em localidades onde essa se torna a maneira mais barata de fornecimento de energia, por exemplo, onde as redes de distribuição não têm acesso ou têm inviabilidade de fornecimento.

Pode ser utilizado também como garantia à falta ou o corte de fornecimento das redes de distribuição, em regiões de instabilidade.

Nos sistemas off-grid, as sobras de energia são armazenadas em baterias de carga para serem usadas a noite ou em momentos de falha de suprimento.

As vantagens encontradas neste tipo de sistema, vêm em decorrência do suprimento contínuo de energia, independente de problemas técnicos da rede, se as baterias estiverem carregadas, o abastecimento não é interrompido. Não há também cobranças de concessionárias de energia, pois são sistemas independentes.

Um ponto que se torna desvantajoso neste sistema, é seu alto custo, as baterias elevam consideravelmente o custo do projeto, além da sua vida útil seja bem menor, e seja necessária a troca das baterias em um período muito menor.

Sistemas Híbridos

Existem também os sistemas híbridos, que geram os créditos que entregam energia na rede de distribuição e ainda armazenam uma quantidade em um conjunto de baterias que suprem a necessidade energética em caso de falha ou até mesmo um apagão no suprimento.


Leia também:

O que é GD?

Assine nossa news para receber notícias e atualizações